quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Um novo gajo por quem suspirar

Primeiro tivemos o gajo da planta, depois o gajo do surf. Eis que agora surge o gajo da Salsa. Não há fotos na net mas os outdoors estão espalhados por aí...
 

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Simplesmente Maravilhoso

Eu adoro ballet seja no gelo seja no palco. Se combinarem ballet com Orgulho e Preconceito isso é um must see. Podem ler e ver aqui: Jane Austen Brasil

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Jantares do Dia da Mulher

Aproxima-se o Dia da Mulher, aqui e ali já vi jantares para este dia. Nunca entendi muito bem essa ideia. Sempre achei que desvirtuava o dia. Afinal o dia serve para: lembrar todos os direitos conquistados pelas mulheres, as mulheres que ainda não tem direitos e que ainda estamos longe da igualdade mesmo em países ocidentais.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Coisas que nao entendo 2

Eu tenho por hábito pintar as unhas. Sou destra, por isso não entendo porque é que o verniz vai desaparecendo mais rapidamente da mão esquerda. Não devia de ser ao contrário??

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Mulheres

Há três espécies de mulheres neste mundo: a mulher que se admira, a mulher que se deseja e a mulher que se ama. A beleza, o espírito, a graça, os dotes da alma e do corpo geram a admiração. Certas formas, certo ar voluptuoso, criam o desejo. O que produz o amor, não se sabe; é tudo isto às vezes; é mais do que isto, não é nada disto. Não sei o que é; mas sei que se pode admirar uma mulher sem a desejar, que se pode desejar sem a amar.

Almeida Garrett

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Os reveses da fortuna...

Quem não se lembra do pequeno Saúl Ricardo? O miúdo que imitava o Quim Barreiros? Era pequeno, engraçado, algo atrevido, reguila... Depressa conquistou o público. Saul acabou roubado pelos pais.
 
Hoje é mais um cantor pimba que saltita de programa de domingo à tarde de programa de domingo à tarde. Lendo esta entrevista percebe-se que é uma pessoa de bem com a vida. Mas podia não ser, podia ser amargurado, podia ter ido pelos maus caminhos. Muitas vezes não temos poder sobre o que nos acontece de mal, mas podemos dar o melhor e tentar seguir o caminho em frente.
 
 
 

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

O que ando a ler

Gabriela de Jorge Amado - é curioso começar a ler este livro quando na televisão andam a repetir a novela Tieta. Quando eu era pequena adorava ver a Tieta.